DIÁLOGOS INTERCULTURAIS: Variações do conceito de diversidade à inclusão da pessoa com deficiência através de dispositivos digitais

Ricardo Damasceno Moura

Resumo


Este artigo faz uma análise do acesso às novas tecnologias de informação e comunicação nos processos de inclusão da pessoa com deficiência. Em seguida, examina conceitos de diversidade e seu diálogo com as políticas implementadas no atual governo, introduzindo reflexões acerca da desmistificação do “diferente”, ampliando, dessa forma, espaços para a influência da tecnologia como promotora de standards de respeito e reconhecimento das diferenças. A capacidade que oferece a tecnologia para a acessibilidade da pessoa com deficiência, também tem despertado inquietudes no que diz respeito a sua participação na atual “democracia eletrônica”.O recorte da pesquisa é identificar como a acessibilidade digital amplia a compreensão do próprio conceito de “diferença”. Tal recorte da pesquisa objetivou realizar uma análise interdisciplinar num contexto de inclusão/exclusão. Convém ressaltar que, este trabalho se caracteriza por sua relevância social, na medida em que poderá servir também para subsidiar planos, programas e projetos educacionais para o trato da temática, como também contribuir para despertar uma atitude de enfrentamento à discriminação e o preconceito, de uma ação de comprometimento social que nos leve a exigir dos órgãos responsáveis a formulação de políticas públicas permanentes de inclusão social e acesso da pessoa com deficiência. Por outro lado, consideramos a viabilidade da pesquisa em refletir a questão da acessibilidade digital a partir desmistificação do conceito de diversidade para a garantia do reconhecimento de direitos humanos fundamentais.


Palavras-chave


Diálogos interculturais; Diversidade e inclusão; Dispositivos digitais

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários